Planejamento de Marketing 

Antes de montar uma campanha, será feito um estudo dos pontos fortes e fracos do candidato e seus concorrentes, através de uma análise SWOT. Esse estudo gera insights para sabermos as fraquezas e ameaças dos adversários, junto as forças e oportunidades do nosso candidato. Usaremos a nosso favor durante a campanha, nas redes sociais e em toda comunicação digital as informações obtidas.

As estratégias de marketing de conteúdo podem ser aproveitadas por políticos e trazer muitos benefícios.

young-man-giving-business-presentation-to-colleagu-2021-08-26-19-58-10-utc.jpg

Anúncios pagos 

Google, Facebook, Instagram, Youtube e Linkedin Ads são algumas das ferramentas mais potentes para atingir o seu cliente

DESIGN

A B2B está preparada para desenvolver logos, folders, propagandas para mídias digitais e impressa.

Branding

Faça com que sua marca seja reconhecida e valorizada. Ponha um ponto final na guerra dos preços, construa o branding da sua marca.

Mídias digitais

As mídias digitais são essenciais para o sucesso de uma empresa, porém não bastar estar nelas, o conteúdo deve ser compatível ao seu publico alvo

Utilizando a produção de um material de qualidade, seja por meio de redação de artigos ou textos opinativos sobre algum tema ou com vídeos diversos, um político consegue atingir 3 grandes objetivos na sua estratégia.

O primeiro é a educação do seu eleitorado. Com material de qualidade sendo publicado, o político consegue explicar para a sociedade que o elegeu qual a importância de certos projetos ou por que votar contra ou a favor de algo na Câmara.

O segundo é a propagação da sua imagem e aumento do seu alcance. Bons conteúdos tendem a ser compartilháveis nas redes sociais, apresentando o político e suas propostas para mais pessoas.

O terceiro grande objetivo alcançado é a condução de eleitores para a comunidade criada ao redor daquele mandato. Um bom material pode “converter” a pessoa em “lead” ao conduzi-la ao grupo no WhatsApp ou Facebook.

Um político que não possui presença nas redes sociais não é só negligente com o seu marketing, mas também com a comunicação com a população que o elegeu.

Somos no Brasil mais de 110 milhões de usuários de redes sociais, seja o Facebook, Twitter, WhatsApp, Instagram ou qualquer outra. Praticamente metade da nossa população está conectada na Internet através dessas plataformas.

Isso significa que, para se comunicar adequadamente com a população, um mandato não pode ignorar as redes sociais.